Redução de pressão

 

A redução de pressão nas tubulações é uma tecnologia mundial, recomendada pela Comissão Europeia e praticada rotineiramente pelas companhias de saneamento.

 

O controle é realizado durante as 24 horas do dia e intensificada no período noturno, quando há menor consumo, como forma de evitar perdas de água por vazamentos e rompimento de tubulações.

 

A Sabesp já aplica esta prática por meio de equipamentos instalados na rede de abastecimento da Grande São Paulo desde a década de 90 e disponibiliza em seu site a consulta dos períodos de redução de pressão por bairro ou RGI através do endereço:

 

http://www.sabesp.com.br/reducaopressao/

 

Perguntas mais frequentes

 

Os níveis dos reservatórios normalizaram realmente? A crise hídrica acabou?

 

R: Os reservatórios atingiram índices considerados favoráveis para a distribuição de água no Estado de São Paulo. Não enfrentamos mais uma situação de crise, porém, é importante que a população continue consumindo de forma consciente para segurança hídrica de todos.

 

Com o aumento do nível dos reservatórios, a redução de pressão continuará em andamento? Por quê?

 

R: A redução de pressão é uma prática usual na Sabesp desde a década de 90, atuando como uma medida importante para a redução de perdas de água por vazamentos não visíveis. Com a crise hídrica, a companhia intensificou esta ação. Somada aos trabalhos de localização e conserto de vazamentos e a contribuição da população com o consumo consciente da água, a ação de redução de pressão permitiu que superássemos a maior crise hídrica da história. A Sabesp manterá a gestão de pressão de maneira que o impacto à população seja o menor possível, sem suprimir qualquer medida para garantir a segurança hídrica em todo o Estado.

 

Qual o período de redução de pressão para a minha região?

 

R: Para verificar o período da redução de pressão na sua região visite o site Sabesp ou click no link a seguir.

 

http://www.sabesp.com.br/reducaopressao/

 

Nos períodos de redução de pressão, poderá ocorrer falta de água? Por quê?

 

R: Sim. Vale ressaltar que elementos externos podem contribuir para a ocorrência deste problema, tais como: geografia irregular – pressão prejudicada pela altitude do terreno, pressão insuficiente mesmo fora do período de redução de pressão, manutenções técnicas, vazamentos não visíveis etc.

 

Em todos os casos, é de grande importância que o problema seja informado através de um canal de atendimento Sabesp.

 

Por que ocorre a falta de água fora do período de redução de pressão?

 

R: A falta de água pode ser decorrente de alguma manutenção emergencial, programada ou problemas de natureza técnica.

 

Conforme a Norma Brasileira NBR 5.626/98 e o Decreto Estadual 12.342/78, todo imóvel deve possuir reservatórios (caixa de água) com capacidade para suprir pelo menos 24 horas de consumo do imóvel.

 

Também é importante se observar se equipamentos como chuveiro, torneiras, máquinas de lavar e aquecedores de água estejam conectados à caixa de água para garantir a rotina do local.

 

Para comércios e indústrias, além da reservação recomendada, verificar se esta é suficiente também para combate a incêndios.

 

(Comunicação Interna MPCT em 10/6/2020 às 14h35)